Páginas

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Eu cambaleio

Eu desejo a tua companhia durante cada dilacerante segundo que o ponteiro marca. Minha cabeça dói inteirinha porque pede que eu esteja entrelaçada em ti. Meu corpo inteiro sente falta do teu abraço.
Eu tenho vontade de chorar todos os dias, e, eventualmente, as lágrimas correm involuntárias. Não deveria ser assim. Está claro que é exagero e que eu me envolvo no nosso relacionamento mais do que deveria. Essas aflições me detonam; me prejudicam. Eu cambaleio. Sei que devo me policiar a buscar o equilíbrio, a me afastar da situação para enxergar com maior clareza, mas o lado de mim que quer estar ao teu lado me atinge causando maior impacto, e os danos originários desse processo são tamanhos.
Minha cabeça dói.
Eu só desejo que tu me ames e que me desejes tanto assim. E a angústia por não saber se o fazes me devora.

Angústias

Há muito tempo eu não utilizava o blogger. Para mim, havia se perdido um pouco o sentido de fazê-lo. Tudo bem. As minhas concepções de mundo são transitórias. Volta e meia eu reavalio aquilo que penso sobre as coisas, e, devido a uma dessas reflexões, parei aqui novamente.
Atualmente, me encontro em uma fase de indecisões. Aliás, todas as últimas fases que vivi têm semelhança com esta: formam uma totalidade confusa. Eu me sinto angustiada, embora saiba que estas são apenas etapas elementares da vida e que provavelmente suas conclusões serão positivas.
Tenho 18 anos e ainda não tenho certeza do que quero cursar na faculdade. Sonho em fazer Medicina, no entanto, não sei se este sonho é exatamente meu ou se faz parte do que projetaram em mim. Terminei o técnico em Química no ano passado e agora estou realizando o estágio curricular obrigatório na Braskem. Decidi que não prestaria vestibular este ano, que não iniciaria os estudos na universidade, mas já estou ansiosa pelo vestibular do próximo ano, pois quero ingressar na faculdade de algum curso que me desperte real interesse. Já cogitei Química, Farmácia, Biotecnologia, Engenharia de Materiais, Matemática e até Letras... Mas sempre acabo voltando a sonhar com o curso de Medicina.
Fiz a inscrição em um curso pré-vestibular barato, que os alunos de Engenharia da UFRGS oferecem. Considero este o meu primeiro passo para me tranquilizar e me preparar para o momento do concurso vestibular, e espero que eu não esteja enganada.
En-fim.
Tenho outras angústias cá no peito, e, sempre que me lembrar, vou usar este espaço para despejá-las, já que aqui ninguém deve entrar, mesmo. Farei-o aos poucos.
Hoje eu criei vontade de aprender a tocar e a cantar uma música por semana. Música estrangeira, preferencialmente. Como estou com preguiça de criar um novo blog, acredito que vá postar aqui mesmo, em meio aos relatos sobre a minha vidinha pacata, os títulos e as dificuldades que enfrentei para aprender cada uma delas.

May the force be with us.